FSM News

falta de novas ideias e um racha na política fiscal e moedas levou os participantes do G7 chegar a acordo sobre um método de “go-your-own-way”(Siga seu próprio caminho) para enfrentar os riscos que impedem o crescimento econômico global na reunião dos líderes financeiros na sexta-feira em Sendai, Japão .

A reação política G7 à inflação fraca e crescimento estagnado tornou-se gradualmente fragmentou como anos de impressão de dinheiro agressiva vão além dos limites da política monetária.

FSMNews

Os líderes financeiros procurou o conselho de académicos de renome, que inclui Robert Shiller, economista ganhador do prêmio Nobel sobre maneiras de como aumentar o crescimento de um simpósio informal antes de uma reunião oficial G7. De acordo com uma fonte G7, os participantes do simpósio estabeleceu que as reformas estruturais com um investimento adequado estão as respostas para alcançar o desenvolvimento sustentável, em vez de depender de estímulo fiscal de curto prazo sobre a política monetária.

Devem ser aplicadas as reformas, ele iria quebrar as esperanças do Japão para trazer um acordo sobre a necessidade de uma acção coordenada fiscal para solicitar a demanda global.

Enquanto isso, a Alemanha mostrou nenhuma resposta em relação ao Japão e chamada dos Estados Unidos para impulsionar o estímulo fiscal. Em vez disso, ele advertiu dos riscos de afrouxamento monetário excessivo. Na quinta-feira, o ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, disse que há grande nervosismo nos mercados financeiros estimulada pela enorme dívida pública e excesso de liquidez global.

FSMNews

Apesar disso, as autoridades do G7 têm indicado que eles não iriam protestar deveria Japão chamada para a ação mais forte usando, ferramentas fiscais monetárias e reformas estruturais, que são decorados com as necessidades de cada país.

Isso concluir que os líderes financeiros do G7 pode ser incapaz de resolver sobre medidas concretas para apoiar o crescimento global sem resposta, mesmo enquanto agitação sobre os riscos para o Outlook.

Na quinta-feira, o Banco do Japão Governador Haruhiko Kuroda disse a repórteres: Eu espero que haja uma franca troca de pontos de vista sobre a forma de alcançar a estabilidade de preços e crescimento da utilização de políticas monetárias, orçamentais e estruturais que refletem as necessidades de cada país.