FSM News

O dólar permaneceu mais alto perto de uma alta de sete semanas durante a sessão de quinta-feira devido a uns sinais crescentes dados pelos autoridades do Fed de que o banco central dos EUA tem considerado um aumento dos juros para este mês.

O regulador do Fed Lael Brainard disse mais tarde na quarta-feira que uma economia global melhorada, junto com uma recuperação sólida dos Estados Unidos sugerem que o Fed aumentará finalmente as taxas de juros.

O índice dólar, que mede o dólar frente à uma cesta das principais rivais remanesceu ligeiramente em alta em 101,91. O índice subiu para 101,97 na quarta-feira, marcando seu máximo desde 11 de janeiro.

Enquanto isso, o dólar encontrou suporte na terça-feira depois que dois influentes formuladores de políticas do Fed, William Dudley e John Williams, disseram que os formuladores de políticas estão preocupados em esperar muito tempo como resultado de um estímulo econômico pendente de Washington.

"O Fed provavelmente elevará as taxas de juros neste mês, a menos que os dados de empregos nos EUA na próxima semana sejam ruins", disse o estrategista Yukio Ishizuki.

Com base na ferramenta FedWatch do CME Group, os investidores de futuros atualmente têm avaliado de 66% de chance de um aumento do Fed em março, acima dos 35% durante a sessão na quarta-feira.

Os investidores ficaram desapontados com a declaração pouco clara do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre seus planos econômicos, mas delinearam ampla redução de impostos, incluindo uma iniciativa pública-privada de US$ 1 trilhão para reconstruções de estradas e pontes.

"Os investidores gostaram que Trump estivesse se comportando bem durante seu discurso, embora faltasse de especificidades nas políticas", disse Ishizuki, da Daiwa.

FSMNews

Expectativas sobre o dólar

Os estrategistas de moeda disseram que a Sra. Brainard é "geralmente cautelosa em seus comentários sobre o aperto monetário" e que é esperado que o dólar permaneceça sólido nas próximas duas semanas ", a menos que o Fed suavize sua linguagem novamente".

Além disso, o presidente do Fed de Nova York, William Dudley, disse na terça-feira que o caso de uma política monetária mais restritiva se tornou "muito mais atraente".

"Nós esperamos que o Fed também aumente em setembro e dezembro", disse o economista Andreas Johnson.

"Um aumento de setembro proporcionaria algum tempo para mais detalhes sobre a política econômica que surgirá da administração Trump e também permitirá um aperto gradual da política monetária".

O gráfico abaixo ilustra o movimento do preços do dólar com os sinais crescentes dados pelo Fed que um aumento de juros para este mês está sendo considerado.

Dado um tom de altista no par, o Índice de Força Relativa sugere que o nível de sobrecompra não tenha sido atingido, o que poderia indicar que o preço está tendencioso para um rali.

Além disso, o par está atualmente mudando de mãos em um volume de negociação leve eo o Índice de Força Relativa ficou em 60.1067.

FSMNews

Conclusão

Como o dólar encontrou apoio na mais esperada decisão de política monetária do Fed sobre as taxas de juros, espera-se que isto dará um enorme impacto sobre os preços e o mercado propensos a volatilidade até mais detalhes.

Receba diariamente notícias e análises do mercado inscrevendo-se para nosso boletim diário em FSM News. FSM News fornece conhecimento e informação detalhada do mercado.