FSM News

Na segunda-feira, os mercados asiáticos estavam em grande parte mais baixos na negociação da manhã à medida que Pequim divulgava um relatório do governo no final de semana e acusava os Estados Unidos da crescente guerra comercial.

O Índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,6%. O Shanghai Composite e o Shenzhen Component enfraqueceram 0,7% e 0,6% respectivamente.

A China emitiu um relatório que alegava que o EUA é um negociador não confiável e acusou-o de iniciar problemas comerciais mundiais.

A intensificação da disputa comercial não “tornou a América grande novamente” e “só tornarão as coisas piores para todos os lados,” disse o relatório, uma vez que as medidas comerciais tomadas pelo Presidente dos EUA, Donald Trump e seu governo, causou sérios prejuízos à economia dos EUA, devido ao aumento dos preços da produção.

A principal razão das reuniões comerciais terem parado no mês passado foi que “os EUA retrocederam,” o Vice-Ministro do Comércio, Wang Shouwen, disse uma conferência de imprensa no domingo.

“Durante as conversas, a China superou muitas dificuldades e avançaram com soluções pragmáticas. Entretanto, os EUA retrocederam e quando você dá a eles um dedo eles querem uma mão,” Wang disse.

Na sexta-feira, alertou em uma conferência que a economia mundial encolheria “se a disputa entre a China e os EUA permanecerem a crescer de forma ampla, pode levar a economia global a encolher.” Disse Dai Xianglong, ex-presidente do Banco Popular da China.

“As consequências da guerra comercial entre as China e os EUA não será refletida apenas em ambos os países, mas será estendida para regiões relevantes, estendida para todo o mundo.”

“Nada é acordado até que tudo esteja acordado,” ele acrescentou.

FSMNews

No domingo a China executou os aumentos de tarifas previamente anunciados e disse que tomará medidas contra empresas estrangeiras “não confiáveis” com uma lista de infratores pendentes.

Embora não seja um condutor direcional importante, uma pesquisa privada mostrou que o Índice dos Gerentes de Compra fabril Caixin/Markit da China para maio estava em 50,2, marginalmente acima do nível esperado de 50.

“O aumento mais forte nos novos negócios de modo geral apoiou uma expansão renovada na atividade de compra entre as empresas manufatureiras chinesas. Embora apenas de forma ligeira, foi a primeira vez que a atividade de compra aumentou em cinco meses,” Caixin disse em um relatório.

Enquanto isto, o Nikkei 225 do Japão caiu 1,2%.

O KOSPI da Coreia do Sul somou 0,7% mesmo após os dados mostrarem que o índice dos gerentes de compra Nikkei/Markit do país na parte industrial caiu para 48,4 em maio em relação aos 50,2 em abril.

A contração estava em seu ritmo mais rápido em três meses.

O ASX 200 da Austrália caiu 0,9%.

Saiba mais sobre os últimos acontecimentos do mercado aqui em FSMNews. Inscreva-se agora para FSMNews e obtenha suas informações atualizadas sobre forex, commodities, mercado de ações, tecnologia, economia e muito mais.