FSM News

A Tesla Inc. apresentou um lucro líquido, um fluxo de caixa positivo e margens mais amplas do que o esperado para o trimestre mais recente, entregue ante uma promessa feita pelo chefe executivo, Elon Musk, de que transformará o fabricante de carro elétrico em um negócio de gerar lucro com altos volumes de produção do seu novo Model 3 definido para gerar lucro.

A Tesla enfatizou que esperava manter e repetir seu lucro líquido no trimestre atual, impulsionando as ações da companhia para acima de 14% durante a negociação after-hour.

Musk, que é controverso e geralmente estabelece metas e prazos que a Tesla não conseguia atingir, surpreendeu os investidores ao fazer esta promessa de tornar a Tesla rentável apenas no terceiro trimestre na sua existência de 15 anos,  dando um final positivo para um trimestre difícil para o chefe cuja liderança foi colocada a prova de fogo apenas algumas semanas atrás.

“De fato nós podemos ter um fluxo de caixa positivo e lucrativo em todos os trimestres daqui para frente,” disse Musk, acrescentando que não incluiu aqueles em que um grande pagamento da dívida é devido, como o primeiro trimestre de 2019. Ele enfatizou também que a Tesla no momento não planeja elevar o capital ou a dívida.

A Tesla disse que iniciaria recebendo pedidos na Europa e China par o Model 3 antes do final do ano. A entregas para a Europa iniciariam no final de fevereiro ou março, e aquelas para a China no segundo trimestre, se não antes.

Musk disse também que ele planejava começar a produção local na China no próximo ano em uma “maneira de capital eficiente,” indicando que a companhia poderia usar uma estrutura similar para montagem de carro. Como uma estrutura que já tem sido usada em sua fábrica de Fremont e Califórnia, embora ele não tenha dado mais detalhes sobre os planos da companhia na China.

Enquanto isto, buscando acabar com os rumores de um grande número de possíveis compradores cancelaram suas reservas devido ao atraso em receber seus carros. A Tesla declarou que somente 20% dos titulares de reservas da América do Norte cancelaram suas encomendas.

O fluxo de caixa livre que estava em US$ 881 milhões estava positivo pela terceira vez na experiência da Tesla. Foi apoiado por um aumento na produção do Model 3, como também os gastos de capital mais baixos e o uso mais eficiente do capital trabalhista.

Embora fosse mais baixo do que a meta de produção que foi estabelecida para junho de 5.000 Model 3 por semana, a variação de 4.300 Model 3 da companhia que está variando agora por semana era suficiente eram suficientes para melhorar o resultado.

Apesar das promessas de Musk e o chefe financeiro, Deepak Ahuja, para administrar as operações e futuros projetos em uma maneira de capital suficiente, alguns de Wall Street ainda preveem um aumento de capital como rentável em algum ponto.

 “(Aumento de caixa) tornou-se uma coisa muito mais fácil,” após os resultados, disse o analista da Tigress Financial Partners, Ivan Fienseth. “Ele terá que fazer isto, certo?” Mas se você tem uma companhia rentável, é muito mais fácil levantar dinheiro.”

Superando as Estimativas

 

Os resultados foram um estímulo para a imbatível companhia após um trimestre no qual os reguladores de ativos dos EUA alegaram fraude de Musk ao escrever no Tweet que ele já tinha assegurando financiamento para um acordo para privatizar o fabricante de carro, o que nunca aconteceu.

FSMNews

Um acordo entre Musk, juntamente com a Tesla e a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA permitiu a Musk permanecer como CEO, mas exigiu um novo presidente independente para supervisionar uma sucessão de novos projetos com capital intenso em 2019, de uma fábrica na China para a criação de uma nova SUV Model Y da Tesla.

Musk prometeu desde maio que a montadora seria rentável tanto no terceiro quanto no quarto trimestres, reiterando que a companhia não precisaria de novo capital de suportes financeiros.

Tesla disse no início deste mês que tinha construído 53.239 sedãs Model 3 no trimestre, em concordância com sua meta de 50.000 à 55.000 veículos. Entregou 56.065 dos carros para os consumidores.

Musk tem estado sob crescente pressão para provar que pode entregar um número de produção consistente para o Model 3, visto com crucial para a rentabilidade da Tesla e sua habilidade para ser um fabricante de carros de grande volume.

Atualmente, mais vendas da versão com preço superior do Model 3 oferecem margens que saltaram para mais de 20% no trimestre, afirmou a Tesla, acima da estimativa de margens de 15%. Menores horas de trabalho por veículo ajudaram, assim como os custos de material mais baixos.

A receita total mais que duplicou para US$ 6,82 bilhões, superando as estimativas pelos analistas de US$ 6,33 bilhões, de acordo com dados de Refinitiv.

A Tesla encerrou o trimestre com US$ 3,5 bilhões em caixa após gastar US$ 510,3 milhões em despesas de capital trimestral. Declarou que o caixa permaneceria pelo menos inalterado no quarto trimestre, apesar de um ressarcimento de US$ 230 milhões em notas reversíveis devidas em breve.

O fabricante apresentou um lucro de US$ 311,5 milhões, ou US$ 1,75 por ação, para o terceiro trimestre que encerrou em 30 de setembro, comparado com uma perda de US$ 619,4 milhões, ou US$ 3,70 por ação, no ano anterior.

Não incluindo itens, o lucro era de US$ 2,90 por ação, contra uma estimativa média dos analistas de uma perda de 19 centavos por ação. A Refinitiv SmartEstimate, que dá mais peso aos analistas com forte histórico, estimou que a companhia lucraria 3 centavos por ação.

No momento a companhia está enfrentando pesada necessidade de caixa em sua fábrica de Fremont, Califórnia, onde a companhia tem tido sua meta de mais longo prazo de eventualmente elevar sua produção do Model 3 para 10.000 por semana. Musk disse que uma meta de 7.000 era mais realística e precisaria significativamente menor gasto de capital.

Três novos veículos estão em desenvolvimento na Tesla: o Model Y, um novo Roadster de US$ 200.000 e um caminhão elétrico de carga pesada que Musk revelou em novembro do ano passado.

Sua enorme fábrica à bateria, Gigafactory, fora de Reno, Nevada está parcialmente finalizada e planos para fábricas de montagem na Europa e na China são coisas que devem acontecer em breve.

Assine agora para FSMNews e fique atualizado sobre os últimos acontecimentos do mercado. FSMNews dá a você os mais novo sobre forex, commodities, ações, tecnologia, economia e muito mais.