FSM News

Após a suspensão da negociação das ações da Bellamy em Dezembro do ano passado, as ações da empresa de comida de bebê orgânica afundaram ainda mais depois de receber uma série de rebaixamentos de vários analistas e uma previsão de redução na demanda por seus produtos de fórmulas de bebê este ano.

As ações da Bellamy, que tiveram um perda de 95% durante as negociações desta quinta-feira, se tornaram uma decepção para o investidor uma vez que a empresa estaria anunciando notícias ou atualizações muito mais otimistas referente ao recente congelamento de suas ações.

Em Dezembro do ano passado, as ações da companhia australiana caíram mais de 40% após uma relatório de ganhos perdidos. A capitalização de mercado da Bellamy foi reduzida em $500 milhões. A empresa estava no meio de um problema com seus fornecedores na China.

A empresa listada na ASX anunciou mês passado que eles estão sob mudanças regulatórias nos seus canais de venda afim de abrir caminho para a comunicação contínua com os fabricantes e fornecedores da empresa o que levou a uma pequena interrupção nas suas negociações. A companhia então acreditava que uma parte de sua produção levou a um efeito negativo nas ações da empresa, suprimentos e ganhos.

Entretanto alguns acreditavam que o problema é da empresa. A China também tornou seus regulamentos mais restritos em meio às crescentes preocupações referente à segurança dos alimentos. 

De uma recente receita prevista de $240 milhões, a empresa anunciou nesta quarta-feira que eles esperam uma receita para o ano fiscal de 2017 variando de $220 milhões à $240 milhões enquanto sua receita para 2016 foi perto de $244 milhões.

Após a interrupção nas negociações das ações da empresa, a companhia também desistiu de fazer uma declaração oficial referente à posição da empresa, o que aumentou ainda mais a preocupação do investidor sobre o destino da Bellamy depois da queda de $500 milhões no seu valor de mercado. As ações da empresa também tem sido sobrevendida após a interrupção nas suas negociações até sua retomada este mês.

FSMNews

CEO Deixará a Bellamy

Após uma série de atualizações decepcionantes da empresa australiana, o seu quadro de diretores decidiu recentemente iniciar uma votação para afastar do seu cargo a atual diretora executiva da Bellamy Laura McBain. A liderança de McBain ajudou a empresa na transição para se tornar uma marca mundial com uma demanda por seus produtos vinda de outros países como a China. A atual diretora financeira da empresa também deverá deixar a empresa juntamente com McBain.

Após uma interrupção de cinco semanas nas negociações das ações, estas caíram outros 14% em cima do declínio de 20% da quarta-feira.

As ações da Bellamy têm sido rebaixadas para venda após uma fraca reserva de caixa e a falta previsões para o ano. A companhia também iniciou o ano com vendas planas e a preocupação sobre os suprimentos sem solução.

FSMNews

O preço-alvo a que os analistas chegaram coletivamente para o preço da ação da empresa variou de $3.72 à $5.35 bem distante do preço negociado ano passado que variou de $10 à $12.