FSM News

A empresa de investimento Citigroup pretende comercializar um novo aplicativo no terceiro trimestre, conforme o terceiro maior banco americano em ativos busca aumentar digitalmente seus depósitos de pessoas físicas.

 

De acordo com o diretor de varejo e hipoteca, David Chubak, o app, ainda não nomeado, deverá ser capaz de ajudar a elevar a gestão de patrimônio da empresa.

 

As pessoas estão desejando mudar para um banco que possa fornecer este tipo de experiência móvel, disse ele, citando uma pesquisa de clientes conduzida pelo Citigroup.

 

A empresa, sediada em New York, está contando com sua tecnologia, nome da marca e alcance para suas contas de cartões de crédito de 120 milhões nos EUA para ajudar a atrair clientes. O Citigroup também pode oferecer recompensas para novas contas de depósitos para alguns clientes de cartões.

 

Porém, o co-diretor da divisão de clientes do Bank of America (BofA), Dean Athanasia, declarou que ofertas digitais só podem atrair muito alguém, o que quer dizer que mesmo que os clientes acolham os apps digitais, eles ainda iriam querer um ponto físico onde eles possam ver alguém.

 

O Citigroup não é o primeiro banco a tentar aumentar os depósitos sem filiais. Muitas empresas têm ido atrás de através de e-mails, call centers e ferramentas digitais. Dados de empresa de consultoria mostraram que estes esforços, alguns de décadas atrás, conseguiram cerca de 5% de depósitos dos EUA.

 

Citigroup Competindo por Depósitos

 FSMNews

Como o Citigroup encara um menor número de depósitos em relação aos seus concorrentes, executivos esperam que o novo app seja capaz de coletar depósitos sem estabelecer novas filiais, ganhar de um concorrente ou superar suas taxas, uma vez que estes métodos vêm com seus próprios custos e riscos.

 

Competir por depósitos é vital conforme a taxa de juros aumenta. Os investidores acompanharão de perto os níveis de depósito dos bancos e o que eles custam durante os relatórios do segundo trimestre na sexta-feira.

 

Comparado com os 11% dos depósitos efetuado nos EUA de seus principais concorrentes, incluindo JPMorgan, BofA e Wells Fargo, o Citigroup tem apenas 4% dos depósitos americanos.

 

Seus depósitos também custam mais, uma vez que a maior porção vem empresas e de clientes ricos, que demandam altas taxas.  No ano passado, o Citigroup pagou 0,81% em juros de contas americanas, enquanto os outros três bancos pagaram menos de 0,30%.

 

O analista bancário, Peter Nerby, declarou que o Citigroup tem mais que o suficiente para financiar seus empréstimos, mas que isto gera apenas um terço da receita dos depósitos dos clientes americanos quando comparado ao gerado pela JPMorgan e o BofA.

 

Além do mais, espera-se que a competição pelo Citigroup se expanda, conforme os planos dos outros bancos de estabelecer centenas de filiais junto com seus próprios apps nas novas localidades. O Citigroup tem atualmente 700 filiais, enquanto a BofA e o JPMorgan tem 4.400 e 5.100 filiais, respectivamente.

 

Quando perguntado sobre os planos dos concorrentes de construir novas filiais, em maio, o CEO Michael Corbat disse que eles estão completamente focados na implementação e execução de sua plataforma bancária digital nacional.

 

O banco pode construir novas filiais físicas seletivamente ao longo do tempo em que as cidades possam ajudar a impulsionar a riqueza do negócio, mas agora pode não ser o momento certo, em parte porque a companhia está com o orçamento apertado.

 

A direção do Citigroup anunciou que cortarár US$ 1,5 bilhões em despesas de seu banco consumidor até 2020 para cumprir as metas financeiras estabelecidas pela Corbat.

 

Fique atualizado com os últimos acontecimentos do mercado. Inscreva-se agora no FSM News. O FSMNews fornece as últimas notícias do que acontece com forex, commodities, ações, tecnologia, economia e muito mais.