FSM News

O dólar americano atingiu recentemente uma máxima de cinco meses após a trégua entre os EUA e China em relação às questões da guerra comercial. Isto encorajou os investidores a comprar mais short positions durante o período para a moeda em questão.

 

O dólar relutou durante meados do ano passado devido maioria dos investidores dar à moeda um período irregular, tornando difícil um progresso. Porém, a moeda conseguiu captar-se um pouco desde fevereiro, onde indicou uma alta de 7%. Isso se deu principalmente devido aos dados econômicos positivos do país, que ganhou o apoio da Reserva Federal.

 

Como mencionado, a perspectiva da resolução entre EUA e China certamente deu um efeito positivo no desempenho geral do dólar.

 FSMNews

O Dólar americano é a moeda dos Estados Unidos. É uma das principais moedas em todo o mundo.

 

O secretário do tesouro americano, Steven Mnuchin, e o principal conselheiro do presidente Donald Trump, Larry Kudlow, também revelou que os dois criarão uma estrutura para, futuramente, equilibrar as questões comerciais.

 

“Na ausência de maiores lançamentos econômicos, as manchetes sobre a tranquilização de guerras comerciais com a China têm sido positivas para o dólar, embora o dólar em geral tenha estado um pouco melhor,” disse a estrategista Sireen Haraji em declaração. “Os dados econômicos vêm se desempenhando relativamente bem, em contraste a outras partes onde as coisas não têm estado tão ótimas.”

 

Haraji também falou sobre as incertezas na economia japonesa. Foi reportado que o país asiático enfraqueceu durante o primeiro trimestre de 2018. Ela também citou a Alemanha, onde está atualmente revisando seus dados de progressão do primeiro trimestre.

 

Em outros detalhes, o índice do dólar acrescentou 0,1% em suas recentes indicações, que estiveram em aumento de 93,681 após ter alcançado a dita máxima de cinco meses.

 

Foi reportado que os investidores podem possivelmente observar a perspectiva de inflação da Reserva Federal. Isto pode fortalecer o dólar porque quanto mais alta a inflação, mais rápido as taxas de juros podem chegar.

 

O FSM News é uma página de notícias atualizadas diariamente sobre os acontecimentos do mercado de ações, esfera financeira a mundo econômico. Inscreva-se para se informar sobre o campo que você quer participar. O FSMNews está aqui para você.