FSM News

Depois de os republicanos assumirem o controle da Casa Branca e de ambas as casas da legislatura, a presidente da Reserva Federal, Janet Yellen, vai ao Congresso pela primeira vez na terça-feira, dando  pouco detalhe sobre a política econômica dos Estados Unidos como nunca fez durante seus três anos de mandato.

Não há clareza sobre as políticas econômicas do presidente Donald Trump apesar do anúncio de uma reversão na regulamentação financeira, mas o tamanho, escopo e período da redução de impostos permaneceram obscuros.

Dado um possível novo imposto nas importações e aumento nos gastos de infraestrutura, isto poderia impulsionar a inflação e mandar o dólar para mais alto, assinalando incertezas que torna isto incomum para o formulador de políticas traçar um curso para decisões sobre as taxas.

 “ Há uma incerteza significante sobre o que de fato irá acontecer. Eu não acho que alguém saiba,” afirmou o vice-presidente do Fed Stanley Fischer no sábado.

Enquanto isto, a habilidade do Banco Central dos Estados Unidos de rever mudanças na economia acabou por ser limitado, apesar de tempos melhores.

Em 2012, os que fazem as políticas afirmaram que iniciariam o aumento dos impostos em 2014, mas o primeiro aumento de impostos foi postergado para Dezembro de 2015. Além disso, os esperados quatro aumentos de impostos em 2016 se transformou em apenas um.

FSMNews

Houve apenas mudanças mínimas na declaração sobre a política de 1 de Fevereiro do banco central, o que sugere que os funcionários do Fed tem poucas intuições sobre as políticas de Trump.

 “Há várias formas de isto dar errado, como desencandear uma guerra comercial,” como afirmou o professor de economia e ex-conselheiro especial Jon Faust.

Posterior a isto, as políticas comerciais da China e Alemanha foram criticadas por alguns consultores de Trump, incluindo o Diretor do Conselho de Comércio Nacional Peter Navarro, que colocou Washington em uma possível ruptura comercial mundial.

Ao mesmo tempo, o novo Secretário do Tesouro do presidente, Steve Mnuchin afirmou que Washington estará participando dos fóruns mundiais de economia.

Os Executivos do Fed Entregam Projeções

De acordo com um executivo sênior do banco na segunda-feira, o Fed permaneceu positivo em como o presidente Donal Trump irá influenciar a economia da nação, como são prováveis os primeiros sinais.

FSMNews

Robert Hopkins, executivo sênior do banco da região de Little Rock do St. Louis Federal Reserve Bank, está esperançoso de que o Arkansas será beneficiado uma vez que o presidente introduza as políticas econômicas.

"À medida que avançamos, o que acontece na economia nacional ao longo do tempo pode se espalhar para pequenas economias estaduais", disse Hopkins.

 “Meu pensamento seria, vamos esperar e ver o que acontece com a vontade do presidente e do Congresso de introduzir uma nova política que irá impulsionar o crescimento econômico e então com esperança se espalhará pelo estado de Arkansas também.”

Conclusão

Os analistas têm estimado que a economia americana será de emprego total onde a inflação aumentará 1,6%, uma vez que o crescimento da economia cresceu no ano passado 1,6%.

Ouvindo isto, poderá haver um aumento em três vezes da taxa de juros com uma base de 25 pontos baseada nas estimativas econômicas do Fed para este ano.

Receba diariamente notícias e análises do mercado inscrevendo-se para nosso boletim diário em FSM News. FSM News fornece conhecimento e informação detalhada do mercado.