FSM News

O executivo-chefe do Morgan Stanley James Gorman anunciou um outro plano de corte de custos, como é atualmente desafiada por um condições de negócios desfavoráveis. Apesar de uma ligeira melhoria verificada, o banco conseguiu colocar esforços em como capturar um potencial linha de fundo queda e corte de custos é a sua principal solução.

Formas alternativas do banco são o crescimento da receita modesta-forte, incluindo o corte de custos, ou retornar mais capital para as partes interessadas. Assim, o banco sediado em Nova York tem como alvo todos estes três fatores em seu crescimento do negócio.

Posteriormente, o retorno de capital sobre acionista depende da capacidade do banco, a fim de gerar capital, que  saltou por regulamentos. As receitas deverão manter-se constante dentro deste ano, enquanto os mercados voláteis são esperados para continuar.

Ao ouvir isso, o banco ainda  visa a expandir a sua gestão de riqueza, juntamente com a sua integração digital, a fim de esperar uma receitas antecipadas de seus negócios. Para o banco  aumentar os lucros, redução de despesas é considerado como o seu método mais eficaz.

FSMNews

Simplificar Projeto do Morgan Stanley

Após a empresa registrar decepcionante resultados financeiros para o quarto trimestre fiscal de 2015, uma linha de corrente projeto foi então iniciada este ano. O principal objetivo do projeto é melhorar a infra-estrutura do banco, a fim de eficiência energética e de lucro, por meio de redução de custos, valorizando a US $ 1 bilhão em no ano seguinte.

Projeto Simplificar não deve ser subestimado ... este é um esforço a plenos pulmões, disse Gorman.

Três alavancas fundamentais irão conduzir os projetos  que vão incluir a disciplina de compensação, contencioso e eficiência dos serviços de apoio. A empresa tem por objetivo estabelecer cerca de 1.250 funções de apoio adicional para locais de baixo custo, enquanto os servidores físicos será reduzido para 33.000 de 60.000 por ano de 2017, e cerca de US $ 40-75 milhões serão suas economias através de uma redução em viagens não-essenciais, incluindo conferências.

FSMNews

Além disso, o banco estabeleceu recentemente uma transformação do negócio em que gerir a riqueza do cliente afluente seu foco. gestão de riqueza é relativamente resistente a oscilações do mercado, ao contrário de banca de investimento e de negociação.

O executivo do banco de gestão de riqueza destacou uma melhoria no crescimento do negócio o dinheiro dos clientes internacionais, e no intuito de prender parcela maior de clientes internacionais, serão oferecidos serviços adicionais.

CEO do Morgan Stanley tem se concentrado em sua transformação de negócios desde 2009. Cerca de 50% das receitas totais do banco foram adicionados em ambos gestão de riqueza e de gestão de investimentos.

Enquanto isso, a fim de melhorar a saúde financeira da unidade, o FICC evoluiu com otimização.