FSM News

O Sterling subiu na quarta-feira após o acordo do Brexit da Primeira Ministra do Reino Unido, Theresa May, teve uma derrota vigorosa.

A moeda Britânica ganhou 0,02% para US$ 1,2860 frente ao dólar, tendo se recuperado rapidamente de sua breve queda para US$ 1,2670 na terça-feira logo após o acordo do Brexit de May ter sido rejeitado por uma margem grande para marcar a maior derrota para um governo no poder na história.

O estrategista sênior de câmbio, Yukio Ishizuki, disse que enquanto a margem de perda de May foi uma surpresa, a derrota em si foi algo que o mercado tem avaliado por um logo período e parece que os participantes cobriram vendas em libra após a votação.

A Casa dos Comuns votou 432 contra 202 para rejeitar o acordo, um número mais alto do que as estimativas antes da votação.

May enfrenta agora uma votação de confiança no final do dia e o líder do Partido do Trabalhador de oposição britânico, Jeremy Corbyn, convocou uma votação de não confiança em seu governo.

O Reino Unido ainda está definido para sair em 29 de março, mas a derrota deixa de lado a maneira desta saída, e o momento disto em mais incerteza.

O mercado está trabalhando agora com o prazo de março do Brexit sendo estendido, declarou Ishizuki, acrescentando que, a longo prazo, pode haver dois cenários - um Brexit ou nenhum Brexit.

 

Vários meios de comunicação reportaram que alguns veem agora que o resultado poderá dificultar a retirada do Reino Unido ou resultar em outro referendo que poderia por fim cancelar o Brexit. Ainda, vários investidores esperam que May trabalhará no adiamento da data de saída de 29 de março.

Riscos Iminentes do Brexit Arrastará A Libra Britânica

FSMNews

 

Apesar da demonstração de resiliência do Sterling, alguns especialistas alertaram que a moeda poderá enfrentar dificuldades nos próximos meses devido às dúvidas remanescentes sobre a modo de retirada do Reino Unido da União Europeia.

O estrategista Patrick Bennett declarou que eles acham que ainda há vários riscos lá, e enquanto a derrota da proposta de May afasta um dos pilares da incerteza, eles ainda têm muitas outras.

Bennett acrescentou que analisando as circunstâncias, um voto de confiança que está se aproximando, possivelmente um segundo referendo, uma eleição geral, nenhuma dessas coisas vai deixar os investidores propensos à economia ou moeda neste nível, então eles acham que cautela ainda é a melhor abordagem.

 

Os principais administradores de riqueza recomendaram também não apostar em ou contra a libra dadas estas incertezas.

Um cenário mais claro da situação do Brexit pode ajudar a moeda britânica a determinar uma direção mais definitiva, o que poderia significar se o parlamento do Reino Unido vai chegar a um acordo no próximo passo que tomar ou a maioria do povo britânico vai apoiar qualquer proposta, Bennett disse.

Até então, a libra esterlina provavelmente permaneceria reprimida frente as principais moedas.

 

A libra é vista negociando mais positivamente frente ao dólar neste ano, mas frente a outras moedas importantes, espera-se que a moeda britânica permaneça e tenha desempenho inferior até que essas dúvidas desapareçam.

 

Saiba mais sobre os últimos acontecimentos do mercado em FSMNews. Assine agora para FSMNews e obtenha suas informações atualizadas sobre forex, commodities, mercado de ações, tecnologia, economia e muito mais.