FSM News

Os preços do ouro subiram na quinta-feira uma vez que as incertezas sobre as negociações comerciais entre os EUA e a China apoiaram a demanda pelo refúgio seguro do ouro.

Sinais de incerteza nas negociações comerciais entre os EUA e a China viram os investidores concentrando-se no ouro, ajudando o metal precioso a ganhar vindo de uma venda em massa na semana passada apesar de um forte aumento no dólar mas que agora caiu.

Os futuros de ouro para entrega em junho na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York estavam em alta de US$ 5,5 ou 0,4% para US$ 1.296,6 um onça troy às 3:30ET.

Em outras negociações de metais preciosos, os futuros de prata somaram 0,11% para US$ 16,515 uma onça troy e futuros de platina ganharam 0,9% para US$ 908,7 uma onça.

Índice Dólar, Feds Reserve

O índice dólar que mede o dólar frente a uma cesta ponderada pelo comércio das seis principais moedas ficou em 93,84, uma queda de 0,07%, depois de subir acima do nível 94 pela primeira vez este ano, chegando a 94,10 na noite de quarta-feira.

O dólar caiu após a última reunião do Federal Reserve ter dado pistas de uma abordagem dovish para subida dos juros no final deste ano.

A reunião do Federal Reserve na quarta-feira indicou que os bancos centrais estão felizes por deixar a inflação correr acima da meta de 2% para um “bom temporário”, sinalizando nenhuma pressa para apertar a política monetária.

Ativos denominados em dólar, como ouro, são sensíveis a movimentos do dólar, um ganho no dólar torna o ouro mais caro para detentores de moeda estrangeira e, portanto, diminui a demanda pelo metal precioso.

 

Negociações Comerciais Entre Os EUA e A China

Ocorreu um aumento nas tensões geopolíticas uma vez que o presidente Donald Trump disse na terça-feira que ele não estava satisfeito com as recentes negociações comerciais entre os EUA e a China.

Além disso, dúvidas foram levantadas sobre se a reunião entre os EUA e a Coréia do Norte seria realizada no próximo mês.

Além disso, Trump disse que que há uma “grande chance” de a reunião histórica entre ele e líder da Coréia do Norte, Kim Jong Un, não acontecer em junho como planejado ao menos que  Pyongyang atenda certas condições.

Inscreva-se para o FSM News e conheça as notícias mais recentes sobre marketing. Nós fornecemos notícias abrangentes e mais recentes e análise sobre Forex, commodities, tecnologia, finanças, economia e muito mais.