FSM News

A Revlon, marca de moda, anunciou seus resultados do primeiro trimestre de 2018. O relatório veio com uma perda de receita e declínio de vendas na maioria de seus setores.

 

As vendas líquidas da Revlon caíram 5,7% durante o trimestre. Isto se deu pelas quedas registradas pelos setores de fragrâncias e portfólio da Revlon.

 

As vendas líquidas do segmento da Revlon também registraram uma queda de 6% para US$ 229,1 milhões. As vendas líquidas mais baixas dos cosméticos de cor Revlon e da coloração Revlon ColorSilk forçaram a queda registrada no período. Este foi o resultado do impacto das interrupções no nível de serviço nas instalações de fabricação da Companhia em Oxford, N.C. e nos declínios do consumo na América do Norte.

 

“Nossos resultados trimestrais continuam refletindo os desafios que a companhia enfrenta no atual ambiente massificado de varejo e beleza nos Estados Unidos. Enquanto nossas vendas internacionais permanecem fortes, estamos impulsionando agressivamente a mudança e a inovação em nossas marcas, produtos e processos de vendas para enfrentar esses desafios de frente. Estamos vendo um crescimento de vendas significativamente acelerado em todas as nossas plataformas digitais, respostas positivas dos consumidores às nossas novas campanhas de marca e estamos confiantes no futuro”, declarou o vice-presidente executivo do Conselho, Paul Meister.

 

Além disso, as vendas totais da América do Norte indicaram uma queda de 11,9%, para US$ 283,4 milhões, contrariando a alta registrada no segmento internacional de 1,5%, para US$ 277,3 milhões no período.

 

Enquanto isso, a taxa de margem bruta ajustada viu melhorias durante o período. A companhia acrescentou 60 bps para 58,7% no primeiro trimestre. No entanto, o EBITDA Ajustado caiu severamente. O setor observou uma queda de 86,7%, para US$ 4,2 milhões, respectivamente.

 

Separação da Mediacom

 FSMNews

A Revlin é uma companhia multinacional americana de cosméticos, cuidados com a pele, perfumes e cuidados pessoais, fundada em 1932 e sediada na cidade de Nova Iorque.

 

Em outras notícias, a Revlon também está revisando seu negócio de desenvolvimento e aquisição de mídia global. Também foi relatado que a Mediacom não estará participando da referida revisão de mídia.

 

Em 2016, a empresa de cosméticos investiu US$ 400 milhões em mídia paga globalmente. Além disso, a Mediacom atuou como a área de planejamento e compra de mídia da empresa, com um alcance global.

 

"Em 23 de março, a Revlon nos informou sobre sua intenção de iniciar uma revisão da mídia. Respondemos em 24 horas, informando ao cliente que não desejávamos participar. Agradecemos à Revlon pela oportunidade de ajudar a expandir suas marcas globais no passado. sete anos e desejo-lhes bem", disse o representante em relatórios.

 

FSM News é um site de notícias atualizado diariamente sobre os acontecimentos no mercado de ações, esfera financeira e a economia mundial. Inscreva-se para se informar mais sobre o campo em que você vai participar. O FSMNews está aqui para você.