FSM News

A startup fintech americana, Stripe, conseguiu mais financiamento próprio na última rodada, colocando a empresa em uma melhor posição para ampliar seu alcance para novos mercados globalmente e conquistar clientes maiores.

A Stripe anunciou que aumentou US$ 245 milhões em financiamento, o que valoriza a empresa sediada em San Francisco em US$ 20,25 bilhões, superando significativamente seu resultado anterior em 2016, quando foi avaliada em US$ 9,2 bilhões.

O co-fundador da Stripe, John Collision, afirmou que eles têm a sorte de estar numa posição em que o negócio está indo muito bem e a oportunidade a longo prazo é que eles estão muito otimistas em fornecer a pilha mais rica para as empresas.

A recente rodada de financiamento foi liderada pelo fundo de hedge Tiger Global Management, junto com novos patrocinadores, incluindo DST Global e Sequoia.

 

 

Expandindo Para Novos Mercados

FSMNews

 

A Stripe planeja usar os fundos para impulsionar sua expansão nos principais mercados exteriores, como o sudeste da Ásia e Índia, onde pretende buscar o crescimento da indústria do e-commerce para expandir seus produtos de pagamento.

A companhia disse que espera que mais de 500 milhões de pessoas no Sudeste da Ãsia e Índia se tornem clientes online nos próximos três anos. A empresa também estimou que haverá US$ 4 trilhões em vendas online globalmente até 2020.

Embora os pagamentos sejam o forte da Stripe, ela também vem se diversificando e agora está executando o Stripe Emissing, o Stripe Terminal, a detecção de fraudes e, potencialmente, adiantamentos em dinheiro entre seus vários serviços. Isso tem ajudado a empresa a firmar fortes relacionamentos com seus clientes.

A provedora de pagamentos online atualmente opera em 25 países, cobrando uma taxa por transação processada via sua plataforma. Seus produtos têm se ampliado para incluir cartões de crédito, cobrança baseada em assinatura, e cartões de débito.

A Stripe também usará o financiamento para empregar mais pessoas para sua equipe de engenharia global distribuída e instalar um novo hub de engenharia em Singapura. O grupo atualmente tem hubs em São Francisco, Seattle e Dublin.

A engenharia foi parte chave para o crescimento da Stripe desde o princípio até agora, com seus produtos servindo como prova, oferecendo para as empresas meios mais simples de aceitar pagamentos online e cobrar clientes.

Além disso, a Alphabet, principal empresa de tecnologia do Google, as empresas de aplicativo de caronas pagas Didi Chuxing e Uber, assim como a empresa de serviço de streaming de música, Spotify, já foram incluídas aos milhões de clientes da Stripe.

Isso apenas mostra como os oito anos de vida da companhia estão alcançando um novo mercado de grandes empresas.

Depois do lançamento em 2010, a Stripe rapidamente se tornou a fornecedora de serviços de pagamento de outras startups do Vale do Silício, oferecendo uma forma simples e justa de coletar os pagamentos dos clientes sem terem que passar por processos de bancos tradicionais que tendem a ser caros.

 

Collison disse que eles acham que o investimento será útil na medida em que eles continuem a atender o mercado e servir as grandes companhias. Collison também declarou que a empresa não tem planos de ir à público.

Em julho, a Stripe entrou em parceria com as plataformas de pagamento online Aliplay e WeChat Pay para permitir que as empresas utilizem sua plataforma globalmente a aceitar pagamentos de centenas de milhões de consumidores chineses.

Fique atualizado com os últimos acontecimentos do mercado. Inscreva-se agora no FSMNews. O FSMNews fornece as últimas novidades sobre o que está acontecendo em forex, commodities, bolsas de valores, tecnologia, economia e muito mais.