FSM News

A Wells Fargo será multada pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para liquidar cobranças após ela pressionar indevidamente seus clientes a negociar ativamente investimentos complexos a fim de gerar taxas maiores.

 

A companhia financeira pagará US$ 5,1 milhões para liquidar a reclamação do órgão regulador americano de que funcionários abusaram dos clientes ao persuadi-los a vender certos investimentos antes da maturidade, gerando maiores taxas para o credor.

 

O SEC disse nesta segunda que a multa inclui US$ 4 milhões em multa civil, adicionado sa devolução da perda de ganhos e juros, após a má conduta por parte da corretora de consultores da Wells Fargo em suas vendas do até então chamado investimentos vinculados ao mercado.

 

Acusação de “Flipping” pela Wells Fargo

 

A Wells Fargo foi acusada de reduzir o retorno do investidor por encorajar os clientes a negociar ativamente os investimentos, embora eles pretendessem mantê-los até a maturidade e apesar de uma política interna proibir “negociações de curto-prazo” e “flipping”.

 

Corretores com consultores da Wells Fargo encorajaram clientes a vender investimentos vinculados ao mercado que deveriam ser mantidos até a maturidade para que então pudessem ser substituídos por novos produtos, disse o SEC em uma declaração na segunda.

 

“É importante que os corretores façam seu dever de casa antes de recomendarem que seus clientes comprem ou vendam produtos de estrutura complexa,” disse o Diretor de produtos financeiros complexos do SEC, Daniel Michael, na declaração da agência.

 

“Os produtos vendidos pela Wells Fargo vieram com maiores taxas e comissões, na qual a Wells Fargo deveria ter levado em conta antes de aconselhar os clientes de varejo a vender os investimentos deles.”

 

Cobranças da SEC

 

A Wells Fargo disse em uma declaração que fez mudanças na gestão e política em relação as cobranças da SEC e está à disposição para ajudar os clientes a alcançar as metas de investimentos deles.

 

O banco resolveu o caso sem admitir ou negar as descobertas do órgão regulador, uma vez que concordou em pagar uma multa de US$ 4 milhões e a devolução de US$ 1,1 milhão perda de ganhos e juros.

 

“Estamos dispostos a ajudar nossos clientes a alcançar suas metas de investimento e cooperaremos completamente com a investigação da SEC,”, disse a porta-voz da Wells Fargo, Shea Leordeanu, em um e-mail. “Nós já fizemos mudanças na supervisão e política em relação ao tema para melhorar os controles internos.”

 

A Wells Fargo foi atormentada por quase dois anos por escândalos sobre como ela tratava seus clientes, incluindo a venda de produtos que eles não precisavam para atingir as metas internas da companhia.

 

A empresa revisou e gestão e está tentando reconquistar a confiança, incluindo através de uma campanha dizendo que a Wells Fargo foi fundada em 1852 e “re-fundada” em 2018.

 

Inscreva-se no FSM News e receba as últimas notícias do mercado. Nós fornecemos as notícias mais abrangentes e recentes e análises sobre forex, commodities, tecnologia, finanças, economia e mais.